Tombo

Gémeo Luís + Eugénio Roda

Um livro à volta da linguagem, às voltas com a língua. Partindo do ambivalente significado da palavra “tombo” – “queda” e “inventário” – o livro desenvolve uma incursão na linguagem, colecionando e reinventando histórias e fragmentos de escrita, convidando à releitura e à reescrita, propondo aos leitores (crianças, jovens ou adultos, alunos, professores/mediadores ou pais) uma revisita da linguagem e ao jogo dos possíveis.

O primeiro tombo valeu-lhe logo o nome. “Tombo” foi assim chamado e batizado perante o espanto d´uns e o pranto d´outros. 

Este livro começa com a história de um rapaz que andava sempre aos tombos: tropeçava, caía, tombava; observava, anotava, tombava. Quando foi anunciada a chegada de um irmão, Tombo preparou-se para o receber:

Fez planos, fez listas de planos. Nessa noite até adormeceu antes do planeado (…) sonhou que ambos alinhavam com Os Cavaleiros da Tômbola Redonda (…) estava decidido a recolher e a anotar, a escrever e a reescrever tudo, tudo o que pudesse vir a ensinar ao irmão. Começaria pelas palavras.

Viajando por tópicos como o neologismo, a expressão idiomática, o provérbio, o aforismo, o acróstico, o topónimo, a legenda, o requerimento, a lista, a errata, o nome, a onomatopeia… este livro pode bem ser uma forma divertida de entrar “como quem não quer a coisa querendo-a muito” no (in)acessível universo da metalinguagem: para (re)descobrir o planeta vivo da nossa e de outras línguas… o som, o sentido, a função, o uso… “como quem recebe de presente um passado sempre em atualização”, sempre pronto para o jogo do conhecimento, da imaginação e da invenção.

22×20 cm / capa dura / 124 páginas

Preço: 15€

Outros livros