Loro’ Sa e o Bornal das Histórias

C. Alberto Silva + Gémeo Luís

Um livro original sobre as origens.

No princípio do tempo, tudo era mar, uma imensa planície de água a que só o movimento das ondas dava forma. Num dia de temporal, o deus dos céus vislumbrou, por entre as vagas alterosas, o corpo desnudo da deusa Terra e de imediato se apaixonou por ela. Quando se abraçaram, surgiu das águas uma montanha, cuspindo a grande altura lava incandescente, fumo e cinzas. Logo que o fogo se extinguiu, o fumo se desvaneceu e as cinzas pararam de cair, revelou-se no topo da montanha um buraco muito fundo, que era o umbigo da deusa Terra. E por essa cavidade vieram à luz todos os seres que povoam a Terra.

Começa assim o livro sobre a origem lendária de Timor Loro Sae. Não, não começa assim. Este pequeno volume que cabe num bolso grande, tem início numa narrativa visual que antecede o texto. Cinco páginas duplas e outras tantas ilustrações de Gémeo Luís convidam o leitor a passar e a parar os olhos, numa sequência que abre o apetite para o que se vai seguir. Só depois as palavras de Carlos Alberto Silva inauguram o texto que vai até ao final do livro sem interrupções, num filme em que só as imagens do leitor acompanham a leitura. Vale a pena voltar ao início depois de ler o texto, para revisitar as ilustrações, seja lá qual for o efeito dessa re-visão. Este conto foi escrito no contexto da campanha «Uma biblioteca para Same – Timor-Leste» e constrói, a partir de lendas do povo maubere, uma narrativa de pendor mítico que vai da criação do mundo à presença portuguesa no território.

14,5x21cm / capa mole / 20 páginas

Preço: 8€

Outros livros